oddspedia

ZF-Superbanner-01.08 a 02.11.23

Renault Duster Latin NCapO Latin NCap, instituição que avalia a segurança de veículos comercializados na América Latina e Caribe, divulgou hoje (30) novos resultados dos testes de colisão. Nesta bateria, o novo Renault Duster manteve a classificação de quatro estrelas de proteção para adultos e três para crianças, enquanto o Seat Tarraco ficou com cinco estrelas em ambos os testes.

No caso do Duster, fabricado na Romênia, Brasil e Colômbia, o modelo atingiu uma nota alta por trazer de série os dois airbags frontais e controle de estabilidade (ESC). Vale ressaltar que o modelo testado foi o romeno, importado principalmente para o Chile. o Latin NCap informa que as versões fabricadas na América Latina serão auditadas assim que estiverem disponíveis.

Renault Duster Latin NCapNo teste de impacto frontal, sua estrutura foi considerada instável e não conseguiu suportar cargas maiores, enquanto no impacto lateral a estrutura sofreu alta penetração.

A entidade destacou ainda que as cabeças dos dummies infantis tiveram contato com o interior do veículo durante o impacto, o que aumenta a probabilidade de ferimentos. Por outro lado, os pontos positivos ficaram com a presença de isofix e Top Tether para ancoragem das cadeirinhas, além do lembrete de cinto de segurança nos bancos dianteiros.

Confira o vídeo com o teste de impacto do Renault Duster:

 

Já no caso do SUV Seat Tarraco, produzido na Alemanha, além da nota máxima, o modelo recebeu dois Latin NCAP Advanced Awards para proteção de pedestres e Frenagem Autônoma de Emergência (AEB). O utilitário esportivo conta com sete airbags como padrão e ESC. O ponto de atenção no teste foi que, durante o impacto lateral, a porta da frente se abriu, o que gerou a redução de um ponto na pontuação total – ainda assim, ele alcançou as cinco estrelas.

Assista ao vídeo com o teste do Seat Tarraco:

 

Novo protocolo a partir de dezembro

O Latin NCap já informou que irá alterar o protocolo de avaliação dos modelos a partir de dezembro de 2019, com duração até o final de 2023. Entre as alterações estão a criação de uma única classificação por estrelas – hoje é separada para adultos e crianças. Essa classificação incluirá: Proteção de Ocupante Adulto, Proteção de Ocupante Infantil, Proteção de Pedestres e Usuários Vulneráveis de Estradas e Tecnologias de Assistência de Direção.

Itens como controle de estabilidade (ESC), lembrete do uso de cintos de segurança, proteção de pedestres e melhor proteção contra impactos laterais aumentarão sua relevância para atingir as notas mais altas. Além disso, passarão a contabilizar pontos novos equipamentos, como frenagem autônoma de emergência, alerta de ponto cego, assistente de permanência em faixa e detecção de borda de estrada. Entre os testes, também será adicionado o famoso Teste do Alce, que avalia a estabilidade do veículo em manobras bruscas.

A entidade explica que, para cinco estrelas, será necessário uma pontuação de, pelo menos, 75% na Proteção de Ocupantes Adultos; 80% em Proteção de Ocupantes Infantis; 50% em Proteção de Pedestres e VRU e 75% em Tecnologias de Assistentes de Segurança.

 

Leia mais

 

Latin NCap adotará Teste do Alce a partir de dezembro

FCA inaugura centro de testes de segurança em Minas Gerais

Share This
oddspedia Mapa do site